Notícias do mercado imobiliário

Eusébio inicia vacinação contra Covid-19 em profissionais de Saúde e idosos acima de 75 anos

O prefeito Acilon disse que o município seguirá o calendário de imunização do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do Estado (Foto: PME/Divulgação)

O Eusébio deu início, nesta terça-feira (19), à vacinação contra Covid-19 do primeiro grupo prioritário, definido pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), que são os profissionais de saúde e idosos acima de 75 anos que estão em abrigos ou em atendimento em Centros de Atendimento Psicossocial. O prefeito Acilon Gonçalves, que é médico da ativa, foi o primeiro a ser imunizado no município. Em seguida, foi a vez da técnica de enfermagem Gabriela Cristina de Lucena ser imunizada, e assim, para os demais profissionais de saúde. Ao todo, o Eusébio recebeu nesse primeiro lote 434 doses da vacina Coronavac.

O prefeito Acilon destacou que a vacinação acontecerá de forma sequenciada. “Todos os cidadãos da cidade podem ficar tranquilos porque todos os grupos serão atendidos dentro do protocolo do governo. Mesmo vacinados, nossa responsabilidade aumenta. Temos que fazer nossa parte evitando manter contato com pessoas contaminadas, usar máscara e álcool gel e manter distância das demais pessoas. A vacinação evita contaminar outras pessoas, evita casos moderados e zera o número de casos complicados,” pontuou.

O secretário de Saúde de Eusébio, Josete Malheiros, lembra que no último sábado passado não havia esse horizonte da vacina ser liberada de forma emergencial. “Estamos esperançosos que daqui pra frente vamos avançando paulatinamente nessa tarefa de imunizar a todos. Sabemos das dificuldades postas no mundo inteiro com relação de acesso a vacina. Iniciamos hoje com um grupo pequeno, que são os profissionais que atuam na linha de frente no combate a Covid e idosos acima de 75 anos. O prefeito, como profissional de saúde atuante, foi o primeiro e depois os profissionais que estão no dia a dia, na coleta de exame, nos atendimentos, aqui no hospital e depois na UPA. Faremos também a vacinação dos idosos acima de 75 anos que estão nos abrigos e em atendimento nos CAPS AD e Geral”, asseverou.

Os profissionais de Saúde que estão no dia a dia de enfrentamento da Covid-19 no Hospital e na UPA receberam a primeira dose da vacina (Foto: PME/Divulgação)

Ele disse que os demais profissionais de saúde ligados diretamente no combate a Covid serão chamados individualmente para serem imunizados com o objetivo de se evitar aglomerações. “Até o fim de semana todas as 434 doses serão aplicadas. São 334 para os profissionais de Saúde e 100 para os idosos. Daqui pra frente é esperar como as coisas sejam encaminhadas com relação à produção da vacina”, observou. Segundo Josete, existe o problema com trâmites legais com referente à aquisição da matéria-prima comprada da China, mas observa que tanto a Fiocruz, como o Instituto Butatan, têm condições de alimentar a cadeia de produção de vacinas para que ela chegue a toda população.

Com relação às próximas doses, diz que está aguardando que os próximos lotes cheguem com brevidade. “Vencida a burocracia, em pouco tempo poderemos ter novas doses. O Instituto Butantan tem capacidade de produzir 1 milhão de vacinas por dia. Daí, vamos seguir o cronograma elaborado pelo plano nacional e estadual de vacinação contra Covid”, concluiu.

VEJA O CRONOGRAMA DE VACINAÇÃO


1ª fase
Trabalhadores da saúde; pessoas de 75 anos ou mais institucionalizadas

2ª Fase
Pessoas de 60 a 74 anos.

3ª Fase
Pessoas com Morbidades: Diabetes mellitus; hipertensão arterial grave; doença pulmonar obstrutiva Crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer; obesidade grave.

20/01/2021 Fonte: site PME edição 18/01/2021

Últimas notícias